Destaques, Notícias › 16/11/2017

Os Camilianos e Nossa Senhora da Saúde dos Enfermos

A Constituição dos Religiosos Camilianos expressa: “Maria, Mãe de Jesus, fiel em acolher o Verbo, em cooperar na sua obra e, de maneira especial, solícita para com os sofredores, se apresenta para nós qual modelo de vida espiritual e de serviço e nos assiste com seu amor maternal. A nossa Ordem venera-a com singular piedade, celebra com devoção as suas festas e a honra com a recitação do terço. Nós a reconhecemos e a amamos com Mãe e a invocamos ‘Rainha dos Ministros dos Enfermos’” (n. 68).

 

Na Igreja da Casa da Madalena, sede geral da Ordem, em Roma, preserva-se a imagem de Nossa Senhora da Saúde (Salus Infirmorum). A história dessa imagem é muito simples e singela. Dois anos antes da morte de São Camilo, próximo da Casa da Madalena veio morar uma senhora, Settimia de Nobili. Ela era muito devota de Nossa Senhora, também vivia adoentada e foi assistida pelo piedosíssimo Padre Cesare Simonio. Essa senhora tinha na sua casa uma imagem da Virgem, com o Menino nos braços, à qual tinha muito apego e devoção: era um quadro de Nossa Senhora da Saúde.


A gentil senhora, quando estava prestes a falecer, no dia 19 de janeiro de 1614, deixa em testamento a doação da imagem para os padres Camilianos. No dia 25 de maio, de 1616, morria a senhora Settimia, assistida pelo Padre Cesare Simonio. Esse tomou o quadro da Virgem e colocou-o sobre o altar-mor da Igreja de Santa Maria Madalena. Até hoje a imagem é conservada, venerada e guardada pelos Religiosos da Ordem dos Ministros dos Enfermos, Camilianos, que celebram sua festa em 16 de novembro.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.